Sobre Nós
Mergulho
Videos
Top Viagens
Trabalhe Connosco

MACRO DIVE

Mas afinal o que é significa a expressão “Macro Dive”?! Aqui vamos explicar o que é isto de mergulho macro para que fiques a perceber o que falamos sempre que mencionamos esta expressão.

Macro dive – Caranguejo orangutango no centro da foto, tamanho 4cm. Hienghenne, Nova Caledónia.

Já falamos aqui muitas vezes de mergulho e algumas dessas vezes de “macro dive”. O que é que isso significa?! Resumindo, trata-se de mergulho para descobrir vida selvagem de tamanhos reduzidos. Normalmente são espécies estranhas, de tamanho tão pequeno que é preciso mudar o modo da máquina para o “macro”. Daí o nome.

Macro dive – Lesma cor de laranja no centro da foto, tamanho 3cm. Hienghenne, Nova Caledónia.

Mas e o que é que se vê neste modo macro, vocês perguntam e bem? Regra geral, caranguejos, camarões, lesmas e peixes, mas depois de alguns mergulhos começamos a descobrir animais que se confundem com o meio envolvente. Numa espécie de camuflagem, o peixe crocodilo, o peixe pedra, o peixe escorpião, entre outros, conseguem esconder-se de forma tão eficiente que a maior parte das vezes passamos por eles e nem os vemos.

Macro dive – Pipefish, uma espécie de “cavalo marinho esticado”, tamanho 10cm. Hienghenne, Nova Caledónia.

Uma das regras do mergulho é não tocar em absolutamente nada. Um dos motivos é para não incomodar a vida selvagem, mas outro ainda mais importante, é exatamente porque podemos tocar num destes peixes (que são venenosos) e a vida correr-nos mal. Lembrem-se não tocar em nada! NADA. Nós aprendemos isto na primeira aula do curso de mergulho e depois de descobrirmos o “macro dive” nunca mais duvidamos da importância disto.

Macro dive – Caranguejo escondido bem lá no fundo de um coral duro. É um esconderijo de eleição para estes animais. Hienghenne, Nova Caledónia.

E é então que tudo ganha ainda mais magia! Numa espécie de caça ao tesouro, vestimos a pele de Indiana Jones sub aquático e começamos à procura dos “camuflados”. Focar em tudo o que não mexe, andar com o nariz metido nos corais, demorar o triplo do tempo por metro linear para ter a alegria de poder dizer “Eu descobri este animal e o guia, que nada aqui todos os dias, nem o viu!”

Macro dive – Consegues ver o camarão quase transparente na anémona? Procura umas linhas brancas fininhas… é isso o camarão! Hienghenne, Nova Caledónia.

E tu? Seria um tipo de mergulho que te interessaria?

Vamos fazer um jogo? Vê se nas fotos seguintes consegues descobrir os animais. Boa sorte!!

Hienghenne, Nova Caledónia.
Hienghenne, Nova Caledónia.
Hienghenne, Nova Caledónia.
Wallis, Wallis et Futuna.
Wallis, Wallis et Futuna.
Estreito de Lembeh, Manado, Indonésia.
Estreito de Lembeh, Manado, Indonésia.
Estreito de Lembeh, Manado, Indonésia.
Estreito de Lembeh, Manado, Indonésia.
Estreito de Lembeh, Manado, Indonésia.
Raja Ampat, West Papua, Indonésia.
Raja Ampat, West Papua, Indonésia.
Raja Ampat, West Papua, Indonésia.
Raja Ampat, West Papua, Indonésia.
Raja Ampat, West Papua, Indonésia.

Como correu? Conseguiste descobrir todos os animais? Confere na lista abaixo.

Foto 1 – camarão na anémona

Foto 2 – caranguejo de patas laranja por baixo das algas

Foto 3 – caranguejo branco tipo aranha no coral

Foto 4 – peixe palhaço na anémona

Foto 5 – caranguejo no coral duro

Foto 6 – enguia azul

Foto 7 – caranguejo disfarçado de coral

Foto 8 – enguia

Foto 9 – polvo

Foto 10 – nem nós sabemos o nome deste animal… mas quando abre as asas são azuis como uma borboleta

Foto 11 e 12 – peixe sapo

Foto 13 – tubarão

Foto 14 – caranguejo vermelho na anémona

Foto 15 – camarão na anémona

Deixa-nos comentários quantas fotos acertaste!

Vê mais vídeos de mergulho no nosso canal do Youtube!

Planeie a sua proxima Viagem

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp

Descobre mais Diários de Viagem

No data was found

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.