Mogadouro

Junho 2021

Terra dourada pelo sol, verde e rica em sorrisos…

Mogadouro, no planalto de Trás os Montes, oferece uma panóplia de atividades que nunca poderias sequer imaginar.

Ruas de pedra ladeadas por casas com flores coloridas.

Oliveiras e sobreiros que sombreiam burros simpáticos que vêm comer à tua mão.

Miradouros no topo do planalto que apresentam as curvas do Douro que serpenteiam as escarpas internacionais que delimitam a fronteira com Espanha.

Pessoas simpáticas de faces rosadas, rugas vincadas e espírito simples que te contam histórias encantadas, enquanto seguram um pau tosco que as ajuda a caminhar.

Voo de planador que testa a tua adrenalina e te deixa fascinado com a vista por baixo dos teus pés.

Passeios de barco entre Portugal e Espanha, escoltados por aves de rapina, corsos e pedras monumentais cobertas de liquens que trazem cor ao passeio.

Lições de culinária que entram pelas tuas narinas e, apesar de ainda estares a processar a refeição anterior, ainda têm a capacidade de te fazer salivar.

Momentos de encontro com cantores internacionalmente conhecidos que te abandonam mais culto, falando sobre as tradições locais, por exemplo a gaita de foles.

Perde-te na natureza, conta as pedras da calçada, visita as igrejas e castelos, explora os miradouros para o verde solto, nada no Douro Internacional, observa as espécies típicas da zona, prova as iguarias regionais, vê os Trás os Montes de cima a bordo de um planador, aprende mais sobre a gaita de foles, alimenta os burros e muge as vacas.

Deixa-te levar pelo espírito highlander transmontano.

É assim que te tratam em Mogadouro, com postas à mirandesa, alheiras e chouriços, pães, queijos e cogumelos. De braços abertos, de sorriso pronto e língua solta. Querem agradar, falar sobre a sua vida, contar histórias dos filhos e dos netos, por onde andaram e o que fizeram e mostrar o que mais belo tem o concelho deles. Patriotas e orgulhosos da sua terra, partilham contigo a sua casa, as suas vidas e os seus contos.

É de barriga cheia que sais de Mogadouro. Com aquela moleza clássica de um estômago bem composto, de cérebro sem fluxo sanguíneo que te deixa adormecido e com aquela vontade de fechar os olhos e esquecer os planos.

Aqui podes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Discover more Travel Diaries

No data was found

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *